quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Trifle





Hoje vamos falar de 'trifles'. O que é isso, você me pergunta? Bom, primeiro que se fala 'trifous', do inglês. E justamente por se tratar de sobremesa inglesa é que nosso amiguinho aí nem é tão light assim.

Um trifle nada mais é que uma combinação em camadas de creme patissier com bolo, calda, chantilly e frutas. Você pode usar travessas de cristal, bowls, taças grandes ou montá-lo individualmente naqueles lindos copinhos turcos folheados a ouro...he he he!

Vamos por partes! O patissier ou 'creme confeiteiro', os ingleses chamam de 'custard'. Um custard nada mais é do que um creme espessado com gemas ou ovos e gemas. O pudim, por exemplo. Acreditem quando digo, se no Brasil o creme patissier industrializado é pouco conhecido, na terra da rainha, eles o têm junto ao fogão, em pó, prestes a ser misturado com leite para ir ao fogo. Um residual de química, tipo Tang. Achei uma droga. Né porque é estrangeiro, qui nóis tem qui gostá, viu? Irrc! Prefiro fazer um creminho de panela, nem que seja à base da boa e velha maisena.

O bolo em si, eles fazem com o chamado 'pound cake' ou com sobras, seja de um pão de ló caseiro ou daquele famoso bolinho Pulmann que todos conhecemos. Corte-o em cubinhos de mesmo tamanho. Fica muitcho legal.

Ah, por falar em Pulmann, e é bom vocês saberem, o verdadeiro trifle é feito com sobras de bolo industrializado. Gritem o quanto quiserem amiguinhos, eu também fiz isso, mas sabe, o bolo industrializado, justamente por ser mais denso, segura mais a caldinha. Além do mais que a validade é extendida, tendo em vista os aditivos do bolo. Para quem faz evento como eu, mão na roda. O pão de ló, por outro lado, muito mais parecido com uma esponja, tende a umedecer com facilidade e fica muito mole. Algo parecido acontece quando se molha demais a bolacha champagne do pavê, certo? Melhor fazer para comer no dia.





Vamos ao próximo ingrediente, as frutas! Há trifles de tudo e as combinações são as mais inusitadas possíveis. Podemos fazer um trifle de morangos com chocolate. Podemos fazer de maracujá com morangos. De limão com blueberries, coco com manga e gengibre. E já que falamos das bichinhas, vamos também lembrar do xarope. Se trifle de abacaxi, use a calda da cocção. Se trifle de morango, use a calda. Experimente uma calda de frutas vermelhas com suco de laranja e cointreau! Vai por mim...

Tudo isso e muito mais nós podemos no mundo doce simplesmente porque temos aqui também nosso amigo chantilly. Sem ele essa combinação de elementos talvez não perdurasse a um paladar mais exigente. É por isso mesmo que o trifle tem todos esses elementos alternados em camadas, formando uma maravilhosa composição aos olhos.



Agor,a e se eu te dissesse que você também pode investir em texturas? Para além de oleaginosas, existem biscoitos prontos, bombons. Que tal esfarelar amaretto em seu trifle? Para quem tem sifão, é uma ótima investir em espumas. Para quem não tem, abuse das camadas e efeitos estéticos! Incline o copo, disponha as frutas de modo visível, faça do doce uma arte para impressionar seus convidados!




3 comentários:

Ca Rígolo

não deixo de visitar seu blog um diazinho sequer!! Adorei e já estou seguindo!

Muito sucessooooooo!

beijos

www.capcakes.blogspot.com

Daniel

Eu li no orkut que vc fez depilação a laser na barba.
Passado tanto tempo, os pêlos voltaram a crescer? Quantas sessões vc fez?

Obrigado.

Marcel Dias Pitelli

Daniel,

Fora 6 sessões e não...não voltou a crescer como estava...voltou a crescer mais fino depois de um tempo. Para quem sofre com barba, boa pedida!


Bço

Postar um comentário

Deixe seu comentário e sugestões!

Related Posts with Thumbnails

Canal Cozinha   © 2008. Template Recipes by Emporium Digital

TOP