quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Chocolat idiot cake (bolo de chocolate para idiotas)




Nesta versão, o comensal também acrescentou uma ganache espessa sobre o bolo
 


Este é o tipo de bolo que costumo fazer muito e adoro. Não o subestime! Ele tem esse nome justamente por ser muito fácil de fazer e seu resultado excepcional. Também conhecidos como flourless cakes, essas variedades não levam farinha e ficam extremamente cremosas quando saídas do forno. O Viena tem o seu, a Nigella e o Jamie Oliver também. Há variações, com creme de leite,  xerem e até mesmo farinha de rosca. Todas são ótimas. Lembre-se de não exagerar! Esta receita, retirei do site do David Lebovitz


Ingredientes

Chocolate meio amargo (290g)
Manteiga sem sal (200g) – margarina não funciona aqui, ok?
Ovo (5) – devem estar em temperatura ambiente
Açúcar (200g)

Modo de fazer

Pré aqueça o forno em 175°C


1 - Unte uma fôrma de 23cm com manteiga e polvilhe cacao ou chocolate em pó, sem esquecer de retirar o excesso. Não se esqueça, vamos fazer banho maria. Se a sua fôrma tem algum furo, cubra toda a extensão dela com papel alumínio

2 - Pique o chocolate e leve-o junto com a manteiga pra derreter em banho maria. Quer usar o microondas? Ok! Faça primeiro com o chocolate e depois adicione a manteiga em pedaços. Ela corre o risco de sorar no microondas

3 - Num bowl, misture os ovos e o açúcar até que fique homogêneo e, então, adicione o chocolate com a manteiga já mais frios. 2 coisas: nós não vamos bater esses ovos porque não queremos uma torta, não queremos que cresça e, principalmente, não queremos aeração. Queremos um bolo consistente e baixo. Outra coisa: assim que adicionar o chocolate, ele deve estar de morno para frio e você deve mexer rapidamente. Use um pano em baixo do bowl para que ele não saia do lugar

4 - Certo! Despeje a mistura em sua fôrma e agora coloque-a numa fôrma retangular ainda maior. Leve tudo ao forno pré aquecido e lá despeje a água quente até eu alcançar metade da altura da fôrma

5 - O último toque é adicionar um papel manteiga levemente jogado por sobre o bolo. Isso evitará que doure rápido demais ou fique seco no topo e rache, muito embora haja umidade do banho maria

6 - Vamos assar por 1h e 15 minutos. O segredinho é assim: você pode introduzir um palitinho porque não há fermento, não é bolo esponja e não corre o risco de perder volume. Ou você também pode sacudir e observar se as bordas estão infladas e consistentes enquanto o meio ainda mexe um pouco. É o ponto certo. Em hipótese alguma deixe o meio do bolo inflar ou espere bater com a mão até que retorne, como um bolo convencional. O resultado será seco e desprezível.

7 - Seu bolo não está cru, os ovos estão cozidos, mas a consistência e umidade se mantiveram. A velha teoria do petit gateau. Deixe que seu bolo esfrie sob uma grade Wilton

8 - Este bolo fica mole em temperatura ambiente e endurece na geladeira, como na foto. Sirva acompanhado de sorvete, crème anglaise ou chantilly com baunilha. Também combina maravilhosamente com calda de frutas vermelhas.

9 - Se quiser fazer uma ganache espessa, utilize chocolate e creme de leite fresco na proporção 2:1. Derreta o chocolate, acrescente creme de leite líquido e, por fim, incorpore chantilly. Despeje esta mistura sobre o bolo já frio e leve ao refrigerador.

Conservação: o bolo pode ser porcionado, embalado e mantido sob refrigeração por 3 a 4 dias

Nossa, agora fiquei com vontade de fazer essa mesma receita, mas utilizando doce de leite...hummmm!



9 comentários:

Paula

Oi Marcel,

Tenho passado sempre por aqui, suas receitas estão magníficas!
Tenho uma dúvida - Devemos deixar o bolo esfriar dentro da forma, para desenformá-lo e aplicar o ganache, ou é preciso desenformá-lo ainda quente, deixá-lo esfriar sobre a grade Wilton e, depois de frio aplicar o ganache?
Parabéns pela seleção de receitas!

Um beijo!
Paula

Marcel Dias Pitelli

Paula,

Todo bolo primeiro esfria na fôrma e sobre a grade por 5 a 10 minutos. Depois você retira e deixa resfriar por completo sobre a grade.
No caso deste bolo, deixe esfriar na fôrma, cubra com a ganache e retorne à geladeira imediatamente.

Iliane

olá Marcel..acompanho seu blog..a alguns dias..e gosto muito de suas receitas..esse bolo atiçou minha curiosidade:êsse bolo é aquele bem pretinho que temno Viena?um que chamam de torta negra?adorei a sua receita!!!um abraço..li

Marcel Dias Pitelli

Oi, Iliane!

Obrigado pelo carinho!

Respondendo à sua pergunta, não! Esse bolo não é igual ao bolo do Viena. Essa versão me parece que leva mais gorduras.

O bolo do Viena tem claras em neve e bastante gema...a receita não leva chocolate em barra.

Vou posta p vc ver!


Bjos!

Tamara Crants

Já virou clássico da família essa receita! Também usei a sua de gateau basque, que comi na França no fim do ano e fiquei meses sonhando com ela... aprovada! =]

Bruno

É muito facil de fazer e da muitissimo certo em questão de sabor, harmonizou divinamente bem com uma cerveja Weltenburger Kloster Hefe-weisbier Dunkel.

Anônimo

Olá, qual a quantidade de chantilly que deve ser utilizado na ganache?

Obrigada!

Teka

Oi , fiz o bolo! delicioso .. preciso alguma dica de como desenformar .... ele ficou bemmm grudado no fundo ... Obrigada

L'anna Design

Olá, esse bolo fica com uma certa crocância na base? Quando frio fica super denso, certo?

Postar um comentário

Deixe seu comentário e sugestões!

Related Posts with Thumbnails

Canal Cozinha   © 2008. Template Recipes by Emporium Digital

TOP