quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Jantar árabe

Sábado passado (12), ofereci um jantar temático em casa para os amigos e parentes. Com exceção da tajine de frango com limão siciliano e do bolo de frutas vermelhas, todos os demais pratos são da cozinha árabe. Vamos ver as fotos?


Cardápio: Tajine de frango com limão siciliano
                  Couscous marroquino com tomilho
                  Babaganoush
                  Hommus
                  Tabule
                  Coalhada de pepino e hortelã
                  Falafel
                  Esfihas
                  Molho tarator
              
                

Minha mãe, minha tia, nossa amiga Glória e minha irmã Maíra...o quarteto fantástico











Galera reunida comendo

















Esfihas de carne feitas em casa
Gente, esfihas é com 'h', tah? rs


















Falafel, bolinho de grão de bico


















Galera reunida para foto

















Pego no flagra

















Tajine de frango com limão siciliano e couscous marroquino

















Babaganoush e homus acompanham tajine de frango









9 comentários:

Priscila L. Beneducci Afonso

Eu assisti no Discovery Chanel a preparação do Tajine com a tal compota de limão siciliano salgada. Chequei a anotar tudo no meu caderno nunca fiz, vendo o seu é o mesmo não e? Esse seu molho Tarator eu não conhecia. Coloca as receitas para nós? Bom dia para você. Priscila MG

Marcel Dias Pitelli

É o molho de Tahini, pri! Limão + tahini + sal + água gelada.

Quanto ao tajine, você consegue um ótimo resultdo aferventado os limões umas 10x.

Logo mais, posto a receita

Paula

Olá Marcel,

Já que você escreveu HOMUS, BABAGANOUSH e TAJINE, que são nomes árabes, por favor, grafe corretamente ESFIHA (com H e não RR).
Esta é a primeira regra para um bom chef, escrever corretamente o nome dos pratos.
E não me venha com 'grafia correta em português' porque até no Habib's (mais popular impossível) esfiha é grafado com H!

Desculpe, mas como descendente libanesa, fiquei muito irritada com a grafia errada! Suas receitas são ótimas e seu blog também, é bem didático e completo.

Abraço,
Paula

Paula

Olá Marcel,

Já que você escreveu HOMUS, BABAGANOUSH e TAJINE, que são nomes árabes, por favor, grafe corretamente ESFIHA (com H e não RR).
Esta é a primeira regra para um bom chef, escrever corretamente o nome dos pratos.
E não me venha com 'grafia correta em português' porque até no Habib's (mais popular impossível) esfiha é grafado com H!

Desculpe, mas como descendente libanesa, fiquei muito irritada com a grafia errada! Suas receitas são ótimas e seu blog também, é bem didático e completo.

Abraço,
Paula

Marcel Dias Pitelli

Oi, Paula! Nossa, não sei como me passou despercebido...realmente uma fatalidade!

Não fosse leitores como você, a gente não teria como melhorar o espaço todos os dias

Por favor, te convido a retornar sempre que quiser com o mesmíssimo olho clínico...que traga suas sugestões, críticas e elogios sempre que achar necessário e prudente, ok?


Bjos e obrigado pelo toque...já tou consertando!

Josy Marmello

Caro Marcel,
Olhos clínicos também fazem parte do meu conjunto da obra mas devo dizer que o que me irrita mais do que os deslizes ortográficos (quem não os comete em algum momento da vida?) é a indelicadeza utilizada por alguns ao reportarem-se através de seus comentários.
Seu jantar temático me pareceu uma justa homenagem à Cozinha Árabe. Dividi-lo conosco através destas fotografias neutraliza qualquer possível "erro ortográfico" que tenha cometido.

P.S: Viva o Brasil com "S", que os estrangeiros grafam com Z, sem nenhuma réplica irritada de nossa parte.
P.S2: A primeira regra para um bom chef é colocar amor naquilo que faz.

Abraços sinceros
Josy

Josy Marmello

A propósito, seu chef na Anhembi foi o Edmundo? Ele era um "habib"...

Marcel Dias Pitelli

Obrigado novamente Josy. Vc é uma mulher e tanto, hein?

E sim, meu chef foi o Edmundo. Grande chef... Tão grande que veio se reportar a mim após o término do módulo, dizer que se ressentiu pela classe não ter se despedido dele como gostaria.

Fiquei com tanta dó, que dei uma abraço no cara. Puxa, coitado, ele fez um trabalho muito mais que técnico conosco...fez um trabalho emotivo, uma espécie de laço que nunca se rompe.

Edmundo, que dure mais 50 anos e com a mesma paixão por ensinar!


Abraços Josy!

Josy Marmello

O chef Edmundo é o eterno "habib" da garotada da Anhembi. Um ursão, super fofo, super amável...
Impossível não puxar a sardinha da maioria do corpo docente da Anhembi. São maravilhosos e marcam para sempre essa fase de nossas vidas, em que somos meros aprendizes, aspirantes.
Sucesso aqui na blogosfera!

Postar um comentário

Deixe seu comentário e sugestões!

Related Posts with Thumbnails

Canal Cozinha   © 2008. Template Recipes by Emporium Digital

TOP