sábado, 26 de setembro de 2009

Massas italianas artesanais (2ª parte)



                            
Girafas na savana: sofiolis de muzzarella de búfala à romanesca


                                  



Ah, quero muito compartilhar com vocês...segunda-feira começo um curso de massas no Senac. Até aí, nada de novidade; afinal de contas, eu já tinha certa bagagem do curso. A melhor parte é que duas pessoinhas maravilhosas vão me acompanhar nessa viagem mágica: minha querida mãe Sônia e minha amissíssima Maithezinha, amiga do curso e de todas as horas.

Bom, chega desse melodrama e vamos para as massas. Na cozinha italiana, você tem que ser forte, mas apenas o suficiente. Saber dosar a pressão das mãos é uma dádiva.

Há pouco eu havia postado dicas de como se fazer massas coloridas. Bom, é agora? O que fazer com isso? Como chego num bom produto final?

Ora, seguindo algumas regrinhas, tudo fica muito simples:

1 - A começar, vamos preparar nossas massinhas, exatamente como eu postei no tópico anterior.

2 - O próximo passo é deixar que descansem cobertas em papel filme por cerca de 30 a 40min.

3 - Isso feito, você pode começar a abrir sua massa nos roletes da máquina. Supondo que vc esteja usando no mínimo uma Marcato, começe com a primeira graduação. Passe sua masse e dobre-a ao meio para passá-la novamente. Repita esse processo até notar um brilho e homogeneidade.                    

4 - Agora vai de você, se quer prosseguir para fazer uma lasanha colorida ou ir além, plissar e quem sabe marmorizar sua massa. Noções de cores. Saiba combinar e mão à obra.

5 - Para pôr manchas, é fácil: basta esticar a massa base e então, com outra coloração de massa, cortar pintinhas com a faca. Coloque-as onde bem quiser, formando ou não alguma composição e passe um rolo de massa antes de lavá-la aos roletes da Atlas. Senão, Passe muito pouca água onde quer pintinhas e , logo depois, alise com o dedo até a massa absorver a água e ficar grudentinho que nem cola. Aí que vc entra com a pintinha e pressiona de leve. Agora que as pintinhas estão seguras, você pode passar a massa nos roletes até o nível desejado.
                                                       

   


                                                       
 Variedades plissada e pintada



6 - Para plissar, abra duas ou mais lonas em cores distintas. Logo depois, você passa uma das lonas em talharini e vai brincando de compô-los sobre a lona maior. Pode alterar cores, pirar.

7 - A marmorização é tão fácil, que vou esperar as fotos com as produções de vocês...eheheh




                            
Caneloni plissado: recheio de creme de cogumelos ao molho sugo




Não era minha intenção no caneloni, mas minha combinação de cores resultou neste trompe oil bem interessante, semelhante a uma carne ou rosbife.

Como diria nossa inestimável Palmirinha Onofre, 'Espero que vocês gostaram'.


Abraços e obrigado pelos comentários!

Postar um comentário

Deixe seu comentário e sugestões!

Related Posts with Thumbnails

Canal Cozinha   © 2008. Template Recipes by Emporium Digital

TOP